sábado, março 29, 2008

Pro Teste não percebe nada de Linux

ubuntu-proteste.png
Aquilo que mais me enerva são opiniões escritas por quem não percebe nada sobre a assunto. Seja de que assunto for. A Pro Teste deste mês tem um artigo sobre sistemas operativos. Foi com agrado que verifiquei que tinham incluído o Ubuntu, mas o agrado desapareceu quase de imediato. Se não percebem nada sobre Linux, porque é que escrevem sobre o assunto.

Gostava só de destacar aquilo que acho mais bárbaro no artigo.

Ubuntu é um sistema operativo da Linux. Agora Linux é uma empresa que desenvolve sistemas operativos.

Ubuntu oferece o pacote OpenOffice. Revela desconhecimento total sobre o que é software open source. Não fazem a mínima ideia do que é o OpenOffice.org. Como apenas experimentaram o Ubuntu "da" Linux pensam que deve estar tudo ligado.

Não há actualizações ao sistema operativo. Esta para mim é a mais hilariante. É tão estúpida que nem me merece mais comentários.

Sobre a compatibilidade, é claro que como só experimentaram a versão Live CD do Ubuntu não conseguiram instalar o suporte para MP3, Quicktime, etc. Se tivessem feito um teste como deve de ser ao Ubuntu poderiam verificar que a instalação do suporte multimédia é agora automático na primeira vez que necessitamos dele.

Não sei como é que a Pro Teste pode continuar a dizer que veicula informação Independente e Credível.

2 comentários:

David disse...

Os senhores da Pro-teste são os mesmos que oferecem umas máquinas de calcular completamente manhosas, daquelas que nem nas lojas dos chineses nos sentimos tão enganados, se assinares a revista deles... o que só por si diz muito da qualidade de discernimento deles...

Francisco disse...

Eu enviei um mail aos senhores :D

Tomei a liberdade de aproveitar 2 parágrafos teus (espero que não te importes).

Escrevi assim:

"Exmos. senhores,

Foi com enorme espanto e tristeza que li o vosso artigo sobre o Ubuntu na análise que fizeram a vários sistemas operativos na Pro Teste n.º 290.

Os utilizadores de Linux (seja Ubuntu ou de outra qualquer distribuição) ao lerem esse artigo, ficam a perceber imediatamente que quem fez o artigo não percebe rigorosamente nada de Linux!

Referem-se a Ubuntu como sendo um sistema operativo da Linux... errado, Ubuntu é uma distribuição de Linux, como existem inúmeras outras, quanto muito poderiam referir-se ao Ubuntu como sendo um sistema operativo patrocinado pela Canonical.

Depois continuam o rol de erros escrevendo que o Ubuntu oferece o pacote OpenOffice. Revela desconhecimento total sobre o que é software open source. Não fazem a mínima ideia do que é o OpenOffice.org. Como apenas experimentaram o Ubuntu "da" Linux pensam que deve estar tudo ligado.

De seguida vem a parte mais grave, ao escreverem que "não há actualizações ao sistema operativo"!!!!

Quê?!?!

Existem e muitas, aliás, são até bastante mais frequentes que no Microsoft Windows.

Sobre a compatibilidade, é claro que como só experimentaram a versão Live CD do Ubuntu não conseguíram instalar o suporte para MP3, Quicktime, etc. Se tivessem feito um teste como deve de ser ao Ubuntu poderiam verificar que a instalação do suporte multimédia é automático na primeira vez que necessitamos dele.

E pronto, infelizmente num instante deixei de ter a opinião de que a Proteste veicula informação independente e credível.

Com os melhores cumprimentos.
Francisco"

Se tiverem interesse em mandar um recadinho aos senhores da proteste também, o mail deles é:

info@deco.proteste.pt

Abraço.